400 imóveis estão abandonados em Goiânia

Uma audiência na Câmara Municipal de Goiânia será realizada nesta quarta-feira (9/5) para discutir a situação, como uso, conservação, segurança e destinação, dos prédios públicos e privados ociosos em Goiânia. “O desabamento de um prédio em São Paulo, com várias mortes, nos obriga a pensar numa saída sobre os 400 imóveis na capital que estão ociosos e que colocam em risco a segurança das pessoas”, destacou vereador Anselmo Pereira (PSDB), autor da proposta.A audiência deverá contar com representantes das autoridades civis e militares do Estado município, para, inclusive, mudanças na legislação que disciplinam a construção, conservação e destinação desses imóveis (públicos e privados). Segundo o autor da proposta, é uma obrigação da Câmara buscar dar um novo sentido a esses imóveis subutilizados ou abandonados.

“São verdadeiros mocós, uma vergonha para nossa cidade. Se não estão sendo utilizados que sejam então desapropriados e transformados em moradias populares”, acrescentou.

Proposta

Anselmo diz ainda que a audiência quer viabilizar uma proposta técnica, objetiva, um sentido urbanístico, “como desapropriação e recuperação”. “Cito, por exemplo, entre os edifícios abandonados o do Instituto de Arquitetura do Brasil (IAB), no setor universitário. São centenas que estão na mesma situação há vários anos”, reafirmou.

Serão convidados para a audiência representantes da Polícia Militar, Secretaria de Infraestrutura, Ministério Público Estadual, Corpo de Bombeiros, AMMA, Procuradoria do Município, bem como as secretarias municipais dos Direitos Humanos, Saúde, dentre outras.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.