Acidente que matou família nos EUA pode ter sido premeditado

A queda de um carro que matou uma família no estado da Califórnia (EUA) pode ter sido premeditada. A família estava sob investigação por abuso infantil. As informações são do jornal americano USA Today.

O software de GPS do veículo indicou que o carro do tipo GMC Yukon parou em uma área cênica e acelerou a uma velocidade de até 90 mph antes de mergulhar mais de 30 metros no Oceano Pacífico, de acordo com Greg Baarts, oficial de polícia da Califórnia. “Aceleração por todo o caminho”, disse Baarts. “Nós temos razões para acreditar que o acidente foi intencional.”

O acidente que aconteceu no mês passado matou o casal Jennifer e Sara Hart, 38, e três dos seis filhos adotivos. Outras três crianças estão desaparecidas. Uma delas é Devonte Hart, um menino afro-americano que atraiu os holofotes nacionais em novembro de 2014, quando uma foto (abaixo) dele abraçando um policial durante um protesto relacionado a Ferguson em Portland, Oregon, viralizou na internet.

Ao USA Today, uma vizinha da família disse que fez uma denúncia ao Serviço de Proteção a Crianças duas semanas antes do acidente informando que os filhos do casal estavam sendo punidos e sendo privados de comer.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.