“Adib abandonou Catalão para andar atrás do Caiado”, diz Gustavo Sebba

Segundo deputado, prefeito relegou administração para último, paralisando o Executivo

Alvo de pesadas críticas por ter deixado a administração em último plano depois de aderir à candidatura do senador Ronaldo Caiado (DEM), o prefeito de Catalão, Abid Elias aumento ainda mais a insatisfação da população local ao afirmar que vai se licenciar da função para cuidar da campanha, entregando o comando do Executivo para o vice. “Ele queria ser vice do Caiado, não conseguiu este espaço, até pelo desgaste que ele tem na cidade hoje”, afirma o deputado estadual Gustavo Sebba.

“Adib usou a desculpa de que o Caiado está convidando ele para ser o coordenador de campanha. Está, na verdade, abandonando Catalão, que vive um caos”, dispara o deputado estadual Gustavo Sebba (PSDB), que é da cidade. “Na Saúde, por exemplo, médicos estão recebendo com dois meses de atraso na UPA, tá faltando medicamento, equipamento. E o prefeito tá aí, de jatinho, andando para cima e para baixo, para supostamente coordenar a campanha de Caiado, abandonando a cidade”, lamenta.

Gustavo assinala que Adib traiu seu partido e Daniel Vilela, e fez com que seus companheiros partidários também traíssem. A mudança de posicionamento estaria registrada em vídeos em que, antes, se criticava Caiado e disparava-se elogios a Daniel. “Agora, o Caiado é o bom e o Daniel é ruim”, assinala. “Isso mostra incoerência e oportunismo. São práticas velhas, do oportunismo por vaga, de acreditar que um lado vai apresentar vantagem melhor que outro, sem pensar no povo”, critica.

O tucano aponta que a posição política de Adib já tem reflexos negativos até para a pré-campanha de Caiado na região, sem falar na dos próprios aliados do prefeito, pré-candidatos, que já amargariam baixos índices de intenção de voto. Além disso, os correligionários do prefeito tem achado “difícil de engolir” sua opção caiadista. “O PMDB tradicional da cidade já deu o recado que não vai acompanhar o prefeito nesta traição dele. Ele perdeu aliados e enfrenta a desaprovação da população”, disse.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.