Adolescente denuncia ter sido vítima de estupro coletivo durante festa em Piranhas

A polícia começou a ouvir nesta terça-feira (16) testemunhas do caso de uma adolescente de 15 anos que denuncia ter sido vítima de estupro coletivo durante uma festa no mês de junho, na cidade de Piranhas. A suspeita é que oito homens tenham participado do crime. Sete pessoas foram ouvidas durante a manhã de hoje. As testemunhas são parentes e frequentadores da festa, que negaram ter ciência do estupro. Outras cinco testemunhas prestam depoimento nessa tarde. A festa durou quatro dias em um assentamento, na zona rural. De acordo com o delegado Ricardo Galvão, durante o evento a vítima fez uso de bebidas alcoólicas e narguilé. A suspeita é que ela tenha sido dopada para ser abusada. A adolescente passou por exame de corpo de delito, mas ainda não saiu o resultado. O delegado também investiga a existência de um vídeo do suposto estupro coletivo que circula nas redes sociais. Todo o material que falta ser levantado é fundamental para finalizar as investigações.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.