Aprovado projeto de autoria do deputado Francisco Oliveira que estadualiza estrada de Bonfinópolis e região

Foi aprovada em segunda discussão e votação na Assembleia Legislativa a proposta que autoriza a estadualização do trecho da rodovia municipal que liga os municípios de Bonfinópolis, Leopoldo de Bulhões, Goianápolis e Anápolis, apresentada pelo deputado estadual, líder do governo na casa, Francisco Oliveira.

O projeto de lei nº 2.006/18 que inclui no Plano Rodoviário Estadual, a rodovia municipal ANS – 8, tem extensão de aproximadamente 24 KM nos trechos que interligam o município de Bonfinópolis ao distrito Trevo do Zé Rosário, em Leopoldo de Bulhões à Vila São Vicente, em Anápolis. A demanda é um compromisso do deputado com o prefeito de Bonfinópolis, professor Kelton Pinheiro e um pedido do prefeito de Goianápolis, Francisco de Moraes (Chiquinho).

De acordo com a proposta, até que a transferência seja concluída e repassada ao governo do Estado, fica aos municípios beneficiados, a responsabilidade pela manutenção e conservação do trecho da rodovia.

“A estrada mencionada passa por inúmeras propriedades rurais, com diversas atividades agrícolas e de pecuária, os municípios possuem significativos números de moradores e as estradas estão em precárias condições de tráfego, causando inúmeros transtornos para as comunidades das cidades envolvidas”, justifica o parlamentar.

Segundo Francisco, a estadualização dessa estrada dará melhores condições de trafegabilidade aos moradores dessas cidades, no futuro será feita a pavimentação e com isso, o desenvolvimento socioeconômico para os municípios da região será ainda maior, já que é grande fluxo de veículos nessa estrada. “É uma honra poder colaborar com a população de Bonfinópolis e das cidades vizinhas através desse benefício tão importante. A partir desse projeto, o governo do Estado poderá realizar a manutenção necessária nessas vias” reiterou o líder.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.