Bolsonaro quer adiar cirurgia para ir a Davos

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) quer adiar novamente a cirurgia para retirada da bolsa de colostomia para conseguir ir ao Fórum Econômico Mundial de Davos, que acontecerá entre 22 e 25 de janeiro, na Suíça. A decisão, porém, ainda depende do aval da equipe médica que cuida de Bolsonaro desde que foi esfaqueado em Juiz de Fora (MG), em setembro, durante ato de campanha. Inicialmente, o presidente eleito se submeteria ao procedimento em dezembro, mas os médicos decidiram adiar a cirurgia para janeiro. Com informações do Valor Econômico.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.