Bombeiros resgatam computador com provas de esquema de Cabral

Bombeiros resgataram um computador que contém provas contra o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. O equipamento foi encontrado em um lago em Paraíba do Sul, no interior do estado, na fazenda de Carlos Miranda, apontado como o operador financeiro de mais um esquema de corrupção, possivelmente liderado por Cabral. As imagens foram obtidas com exclusividade pela GloboNews.

Miranda confessou, em depoimento, que havia jogado o laptop no lago no início da Lava Jato. Entre os arquivos, estavam, além de planilhas com as transações do grupo do ex-chefe de estado do Rio, pagamentos feitos ao então procurador-geral de Justiça do RJ, Cláudio Lopes.

De acordo com o G1, Lopes foi denunciado na última terça (9) por formação de quadrilha, corrupção passiva e ativa e quebra de sigilo funcional. Conforme a reportagem, os crimes foram cometidos entre o fim de 2008 e dezembro de 2012.

Miranda explicou o porquê quis se desfazer do computador. “Eu joguei no lago da minha fazenda, em Paraíba do Sul, no intuito de destruir a prova”, destacou.

Esquema de corrupção

Apontado na Operação Lava Jato como chefe do maior esquema de corrupção já existente no Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, preso desde novembro de 2016, já foi condenado a 72 anos e quatro meses de reclusão. Ele ainda pode ser punido em outros 12 processos nos quais é réu.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.