Caiu o maior fornecedor de drogas do Paraguai para facções do Brasil. Galã tá preso!

Um dos criminosos mais procurados da América do Sul foi preso enquanto fazia uma tatuagem

Policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) prenderam, na noite desta terça-feira, um dos criminosos mais procurados da América do Sul. Conhecido como Galã ou Galant, de 34 anos, Elton Leonel Rumich da Silva, de 34 anos, é apontado como grande fornecedor de drogas do Paraguai para as maiores facções do Brasil, como Comando Vermelho e Primeiro Comando da Capital (PCC).

Ele foi flagrado pelos agentes enquanto fazia uma tatuagem, em um estúdio, em Ipanema, Zona Sul do Rio. De acordo com a Desarme, Elton apresentou um documento falso, mas os policiais já sabiam a verdadeira identidade do suspeito após informações do Setor de Inteligência da Polícia Civil de São Paulo.

Elton é acusado ainda de participar do assassinato de Jorge Rafaat Toumani, em junho do ano passado. Jorge era o ‘chefão’ da fronteira e Elton tinha o objetivo de assumir parte dos negócios no país vizinho. Segundo a polícia, o suspeito utilizava diversos nomes falsos, como Ronald Rodrigo Benites, Oliver Giovanni da Silva, Elton da Silva Leonel, Gallant, Galan e Pakito.

No dia 24 de julho do ano passado, Elton foi alvo de um atentado, teria sido atingido por dois disparos e levado a uma fazenda para se recuperar. Na mesma ocasião, quatro brasileiros foram mortos. O suspeito também foi autuado em flagrante por uso de documento falso.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.