Cantora grávida de 8 meses é morta durante show no Paquistão

Pelo menos, um homem foi preso no Paquistão depois de ter baleado uma cantora grávida durante um concerto. Samina Sindhu, de 28 anos, estava cantando na festa de um milionário local, de acordo com BBC.

A polícia da província paquistanesa de Sind afirmou que o homem que foi detido é o autor do homicídio, que ocorreu na noite da passada terça-feira (10). Não são conhecidas as circunstâncias em que o tiro foi disparado.

O marido de Samina, Ashiq Sammoo, indicou à polícia que, durante a festa, um homem apontou uma arma à sua mulher e ordenou, “de forma ameaçadora”, que ela se levantasse para cantar. Depois, quando ela disse que estava grávida e não se podia levantar, ele disparou.

Uma ativista pelos direitos humanos, Shama Junejo, afirmou nas redes sociais que a cantora teve que atuar aos oito meses de gravidez porque ela e o marido precisavam de dinheiro, acrescentando que o marido está sendo alvo de pressões para não retirar a queixa contra o milionário.

Vários músicos locais protestaram pedindo justiça pela morte da colega.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.