Com gols na primeira etapa, CRB vence o Goiás e se mantém no G4

O CRB segue firme no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, a equipe alagoana recebeu o Goiás, no Estádio Rei Pelé, encerrando a 14ª rodada do torneio e conquistou uma importante vitória pelo placar de 2 a 1.

Efetivo na primeira etapa, o Galo da Praia conseguiu abrir vantagem com gols de Luidy e Diego Jussani. O Esmeraldino jogou de igual para igual com os alagoanos, mas só balançou a rede aos 31 do segundo tempo, com Carlos Eduardo. Os goianos até esboçaram uma pressão nos minutos finais, mas não suficiente para chegar ao empate.

Com o resultado, os alagoanos chegaram aos 25 pontos na tabela e se mantiveram na quarta posição da Série B. Já os goianos seguem com uma campanha irregular, na 16ª colocação, com 14 pontos.

Na próxima rodada, o CRB entra em campo no sábado, às 16h (de Brasília), diante do Náutico, na Arena Pernambuco. Na mesma data e horário, o Goiás faz o clássico regional diante do Atlético-GO, no Serra Dourada.

O jogo – Mandante da partida, o CRB começou o duelo buscando tomar a iniciativa da criação de jogadas, e não demorou muito para sair na frente do placar. Logo aos seis minutos, o atacante Luidy se aproveitou de falha de Renan na saída do gol, após cruzamento de Diego, e cabeceou firme para colocar o Galo da Praia em vantagem.

Após sair atrás no placar logo nos primeiro minutos, o Goiás passou a pressionar em busca do empate e chegou com perigo em duas oportunidades. Na primeira, aos 14, Léo Sena chutou firme em direção ao gol e viu Diego Jussani bem posicionado para bloquear a finalização. Logo na sequência, aos 16, Juninho cruzou em direção à área e Cassiano, livre pelo meio, não alcançou a bola por pouco.

A melhor chance do Esmeraldino na primeira etapa, no entanto, aconteceu aos 23 minutos. Após cruzamento rasteiro da direita, Cassiano apareceu na área e chutou forte para boa defesa de Júlio César, que espalmou para escanteio.

Apesar do momento de pressão da equipe alviverde, foi o CRB que balançou as redes novamente. Aos 34 minutos, Diego Jussani acertou uma bomba em cobrança de falta e colocou a bola no cantinho para ampliar o marcador.

O gol da equipe alagoana jogou um balde de água fria no Goiás, que pouco pressionou até o intervalo de partida.

Para a segunda etapa de jogo, o Esmeraldino voltou com o atacante Rafhael Lucas no lugar do volante Willian e se lançou ainda mais ao ataque.

Com uma postura mais ofensiva, o Goiás quase chegou ao empate aos seis minutos. David cobrou escanteio na cabeça de Léo Lima, que carimbou a trave defendida pelo goleiro Júlio César.

Por conta do ímpeto ofensivo, a equipe goiana deixava espaços em sua defesa. Com isso, o CRB teve três boas chances para matar o jogo, aos 10, aos 25 e aos 29 minutos. Nas duas primeiras, pecou no último passe. Já na última, viu Renan fazer uma bela defesa em cabeçada de Zé Carlos.

Sem efetividade para balançar as redes, o Galo da Praia foi castigado aos 31 minutos. Léo Lima lançou Carlos Eduardo nas costas da defesa, que só teve o trabalho de chutar para o gol e diminuir a desvantagem do Esmeraldino.

Nos minutos finais, o Goiás fez uma grande pressão em busca do empate e criou oportunidades mesmo após a expulsão de David, aos 41 minutos.

O duelo se manteve indefinido até o último lance, quando Anderson Salles cobrou falta para fora e decretou a vitória sofrida do CRB.

FICHA TÉCNICA
CRB 2X1 GOIÁS

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: 2 de julho de 2016, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Claudio Francisco Lima E Silva (SE)
Assistentes: Daniel Vidal Pimentel (SE) e Rodrigo Guimarães Pereira (SE)
Cartões Amarelos: Somália e Luidy (CRB); Anderson Salles (Goiás)
Cartões Vermelhos: David (Goiás)
Gols: CRB – Luidy, aos seis, e Diego Jussani, aos 34 do primeiro tempo
GOIÁS – Carlos Eduardo, aos 31 minutos do segundo tempo

CRB: Juliano (Júlio César); Bocão, Diego Jussani, Adalberto (Audálio) e Diego; Somália, Olívio, Gerson Magrão e Luidy; Welinton Junior (Assissinho) e Zé Carlos
Técnico: Mazola Júnior

GOIÁS: Renan; Johnatan, Wesley Matos, Anderson Sales e Juninho; Willian (Rafhael Lucas), David, Léo Sena (Patrick) e Léo Lima; Carlos Eduardo (Murilo Henrique) e Cassiano
Técnico: Léo Condé




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.