Corpo achado em prédio em SP é de morador quase resgatado

Exames nas digitais confirmaram que o corpo encontrado nos escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, palco de um incêndio de grandes proporções em São Paulo, é de Ricardo Oliveira Galvão, de 39 anos, que estava para ser resgatado quando o prédio desmoronou.

A informação foi confirmada pela Polícia Civil, após uma análise de impressões digitais feita pelo Instituto de Criminalística.

Segundo relatos de moradores, Ricardo tinha saído do edifício, mas voltou para ajudar pessoas que estavam presas pelas chamas em andares mais altos.

Momentos antes do desabamento, bombeiros conseguiram dar a ele o cinto de segurança para salvá-lo, mas não houve tempo de concluir o resgate. O corpo foi encontrado ainda com o equipamento de socorro.

Cinco pessoas seguem desaparecidas, incluindo dois meninos gêmeos de nove anos, Welder e Wender, sua mãe, Selma Almeida da Silva, e o casal Eva Barbosa Lima e Walmir Sousa Santos. O incêndio no prédio foi causado por um curto-circuito provocado por uma tomada sobrecarregada.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *