Damares Alves manda suspender contrato de R$ 44,9 milhões da Funai

Três dias antes de encerrar o governo Temer, a Fundação Nacional do Índio (Funai) assinou um contrato de 44,9 milhões de reais com a Universidade Federal Fluminense (UFF). O acordo para elaborar um projeto de “apoio institucional ao desenvolvimento do projeto ‘Fortalecimento Institucional da Funai'” não foi firmado por meio de um processo licitatório tradicional e de concorrência, mas sim por uma contratação direta entre os dois órgãos federais. De acordo com o Estadão Conteúdo, o acordo foi suspenso nesta quarta-feira (02) pela ministra das Mulheres e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que acaba de chegar à nova pasta. Chamou a atenção da ministra a “vultosa” quantia de dinheiro envolvido no contrato. O presidente da Funai, Wallace Bastos, declarou que não se trata de um contrato sem licitação, mas de um Termo de Execução Descentralizado (TED). A suspensão aconteceu para que o Ministério possa avaliar os termos do TED.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.