Deputado João Campos é vítima de FAKE NEWS. É mentira a notícia de que o deputado goiano votou para derrotar Sergio Moro

De licença médica em função de cirurgia no coração, João Campos não votou para tirar COAF das mãos de Sergio Moro

O deputado federal João Campos (PRB-GO) está sendo vítima de FAKE NEWS nesta semana. O site Gospel Prime, embora já tenha reconhecido o grave erro fazendo uma retratação, acabou por contribuir para que outros blogs, sites e órgãos da imprensa em geral caíssem na armadilha.

Uma foto montagem com alguns deputados, incluindo o deputado João Campos, foi publicada com a falsa informação de que João Campos teria votado ontem, 22/05, a MP-870, que tirou o COAF do controle do Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro. A notícia passa claramente a imagem de que João Campos teria com tal posição contribuído para o não combate à corrupção no Brasil.

O fato é que João Campos sequer esteve ontem na Câmara Federal, e por um motivo muito forte. O deputado do PRB de Goiás está internado se recuperando de uma cirurgia no coração, e por isso mesmo está oficialmente de licença médica da Câmara dos Deputados. João Campos disse, via assessoria, ao Canal Gama que está profundamente indignado com uma FAKE NEWS como essa.

“Tenho uma vida pública de total transparência dos meus atos. Nunca fugi de nenhuma responsabilidade em nenhum momento no parlamento, e nunca me furtei de deixar claro minhas posições a favor da família, do direito, da democracia, e ainda mais minhas posições contra a corrupção. Não pude estar nessa votação de ontem claramente por motivos médicos. É lamentável que meu nome venha fazer parte de publicações mentirosas e irresponsáveis”, disse o deputado.

Para provar que por motivos médicos realmente não esteve na votação que tirou o COAF das mãos de Sergio Moro, o deputado João Campos publica nas suas redes sociais uma foto no hospital onde se recupera de uma cirurgia no coração.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.