Dois PMs são presos suspeitos de matar jovem e fraudar troca de tiros em Aragarças

Dois policiais militares foram presos nesta terça-feira (26) suspeitos de matar o vendedor Jefferson Alves Martins, de 25 anos, e fraudar um confronto, em Aragarças, na região oeste de Goiás. Áudios enviados pelo jovem a parentes indicam que ele já estava preso quando foi baleado.

“A análise preliminar dos celulares indica que os áudios são verdadeiros. Eles reforçam que não teve confronto, mas sim um homicídio”, disse o promotor de Justiça Leandro Murata, coordenador do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Gceap) do Ministério Público de Goiás.

Jefferson foi morto em 9 de fevereiro. Na ocasião, os policiais relataram que foram recebidos a tiros pelo rapaz antes mesmo de o abordarem, em uma estrada de terra.

Na madrugada do dia seguinte, sete ônibus escolares, um carro do Instituto Médico Legal (IML) e uma ambulância foram queimados no pátio da prefeitura. A Polícia Civil (PC) apurou que o incêndio foi cometido em protesto à morte do vendedor e cinco pessoas foram presas. Com informações do G1.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.