Em Catalão, Daniel Vilela diz que Adib se vendeu para Caiado em troca de luxo

Pré-candidato do MDB a governador afirma que prefeito de Catalão se uniu às forças atrasadas de Goiás ao aderir ao senador

Pré-candidato do MDB ao Governo de Goiás, o deputado federal Daniel Vilela decidiu partir para o ataque contra o senador Ronaldo Caiado (DEM) e os prefeitos emedebistas que aderiram à chapa do democrata. O primeiro alvo foi o prefeito de Catalão, Adib Elias, acusado por Daniel de se vender para Caiado em troca de luxo.

Cinco prefeitos, das maiores prefeituras comandadas por emedebistas, e apoiadores deles, estão com Ronaldo Caiado. Um deles, Adib Elias, de Catalão, foi anunciado, inclusive, como coordenador da campanha caiadista. Imerso na dificuldade de agregar outros apoios, Daniel, também pelas redes sociais, tem desabafado contra os colegas de partido que lhe viraram as costas.

Em post recente sobre visita a Catalão, cidade de Adib, onde compareceu para prestigiar lançamento de pré-candidatura de deputado estadual, Daniel anotou: “Nós estamos juntos para acabar com as práticas políticas atrasadas que reinam em Goiás e até mesmo em algumas lideranças de Catalão, que muitas vezes se vendem em troca de luxo e conforto e acabam esquecendo da população”.

A fala de Daniel pode ser entendida como citação de notícia divulgada na Revista Veja, em julho, que na coluna Radar informava que Adib Elias teria declarado ter sido atraído por receber de Caiado um bom tratamento, como o “mimo” de viagens em jatinhos pelo estado. Por sua vez, Maguito Vilela, pai de Daniel, na comparação dele, mandava buscá-lo de formas menos luxuosas, de “velocípede”, segundo ele, o que teria feito o ex-deputado reclamar: “Nunca fui tratado como devia”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.