FCO libera R$ 1,8 bilhão para novos investimentos em Goiás

A economia goiana continua dando sinais de aquecimento e crescimento e os empresários mostram-se dispostos a retomarem seus investimentos. Nesta quinta-feira dia 14, empresas dos setores empresarial e rural tiveram aprovadas R$ 1,8 bilhões em financiamento do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). A aprovação das cartas consultas aconteceu durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE/FCO), presidido pelo chefe de gabinete da Secretaria Estadual de Desenvolvimento, Roberto Freire, representando o titular da Pasta, Leandro Ribeiro, com a participação do Secretário Executivo do Conselho, Agmar Ribeiro dos Santos.

Foram avaliadas e aprovadas pelos conselheiros do CDE/FCO 61cartas-consulta, sendo 13 do setor empresarial e 48 do rural. A previsão é de geração de 525 empregos diretos nos dois setores. A reunião do Conselho aconteceu na sede da Federação das Indústrias de Goiás (Fieg).

O secretário de Desenvolvimento, Leandro Ribeiro, em entrevista, destacou a capilaridade das contratações em Goiás. “Goiás tem cumprido o seu papel frente ao FCO. Estamos conseguindo, por meio de ações estratégicas e parceria com o Banco do Brasil, alcançar todos os municípios goianos. Em 2017, as contratações atingiram todos os 246 municípios goianos. Percebemos que o FCO está a cada dia sendo mais conhecido. Além disso, o empresário está mais seguro a investir em Goiás, que é um Estado com economia sólida e crescente”, avaliou o Secretário.

Os projetos aprovados serão implantados em 37 municípios goianos: Anicuns, Bom Jesus de Goiás, Buriti Alegre, Carmo do Rio Verde, Catalão, Caçu, Chapadão do Céu, Edealina, Flores de Goiás, Goiânia, Gouverlândia, Goiatuba, Itapirapuã, Itumbiara, Itaberaí, Inhumas, Jataí, Quirinópolis, Mara Rosa, Mineiros, Morrinhos, Mundo Novo, Nerópolis, Nova Crixás, Padre Bernardo, Porangatu, Piranhas, Piracanjuba, Pires do Rio, Rio Verde, Rubiataba, Senador Canedo, São Luis de Montes Belos, Santa Rita do Araguaia, Santa Terezinha de Goiás e Trombas.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.