Gilmar quer providências do STF contra ataques de procuradores no Twitter

Gilmar Mendes apontou abuso de autoridade na transferência de Sérgio Cabral para Curitiba e defendeu a responsabilização dos agentes que colocaram algemas nos pulsos e grilhões nos pés do ex-governador.

Relator do inquérito aberto na Segunda Turma para apurar irregularidades no caso, Gilmar voltou a criticar juízes e procuradores da Lava Jato e cobrou reação do STF contra eventuais abusos.

“A toda hora temos procurador no Twitter atacando esta corte, desqualificando magistrados,  mas nenhuma providência se toma, criticando decisões do STF. Eles (…) são partes interessadas. É preciso que nós respondamos. Evitando que em pouco tempo tenhamos tortura em praça pública. Caminha-se para isso”, declarou o ministro.

As informações são do O Antagonista.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.