Gleisi entrou na justiça contra Uol, Folha e SBT

Gleisi entrou com representação contra a Folha, Uol e SBT; de acordo com o partido, ex-presidente “está em pleno gozo de seus direitos políticos”O Partido dos Trabalhadores entrou com um pedido de liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a Folha de S.Paulo, o portal Uol e o SBT por terem excluído a legenda e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva das sabatinas eleitorais.

Na representação, assinada pela presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann, o PT acusa os veículos de comunicação por “quebra da isonomia” e afirma que houve campanha antecipada, “uma vez que a própria Folha de S. Paulo anunciou que os seis primeiros colocados seriam convidados, mas substituiu Lula e o PT pelo senador Álvaro Dias (Podemos), sétimo colocado nas pesquisas” .Segundo a sigla, na terça-feira (8), o PT enviou carta aos diretores dos três veículos buscando um acordo, mas não obteve nenhum retorno e, por isso, acionou o TSE. A liminar pede, ainda, o cancelamento das sabatinas e a imposição de multa de até R$ 25 mil por campanha antecipada.

O partido alega ainda que o ex-presidente “está em pleno gozo de seus direitos políticos e é o candidato do Partido dos Trabalhadores. Além de ser o primeiro colocado em todas as pesquisas eleitorais, o PT possui uma proposta programática para o país e, exclui-lo dos debates eleitorais, é cercear também o direito dos eleitores terem pleno conhecimento das propostas do partido e do candidato preferido da população”.

“As representadas, portanto, ignoram que a candidatura do ex-Presidente Lula representa, para além de suas ideias e propostas enquanto pessoa, um projeto de governo e gestão do próprio Partido dos Trabalhadores que, por sua vez, possui toda a possibilidade e interesse de enviar um representante de sua candidatura para participar do ciclo de entrevistas promovido”, registrou a representação.

Petista reafirma candidatura

O ex-presidente, preso desde o dia 7 de abril na carceragem da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, escreveu uma carta, na quarta-feira (9), para a presidente nacional do PT afirmando que será candidato à Presidência “até que a verdade apareça”.

Na carta, o petista afirma que está acompanhando a especulações sobre sua candidatura. “Sei quanto você [Gleisi] está sendo atacada. Por isso resolvi dar uma declaração sobre o assunto. Quem quer que eu não seja candidato eu sei, inclusive, as razões políticas, pois são concorrentes. Outros acham que fui condenado em 2a. instância, então sou culpado e estou no limbo da Lei da Ficha Suja”, escreveu o petista.

Em outro trecho, Lula reafirma que é inocente e que o povo merece respeito. “O povo tem que ter seus direitos e uma vida digna. Por isso queremos uma sociedade sem privilégios para ninguém, mas com direitos para todos.”




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.