Homem alega ter matado esposa para evitar que ela matasse filha

Um americano preso na semana passada por suspeita de assassinato disse à polícia, durante interrogatório, que estrangulou sua esposa grávida depois de tê-la visto, pelo monitor de bebê, estrangulando e matando a filha de 3 anos do casal, de acordo com documentos judiciais. As informações são da CNN.

Segundo um boletim policial, Chris Watts, de 33 anos, contou que quando atacou Shannon Watts, de 34 anos, a outra filha do casal, de 4 anos, também já estava “esparramada” e “azul’ na cama, morta pela mãe.

Ele também acabou confessando ter enterrado a esposa perto de dois tanques de petróleo e despejando os corpos de suas filhas dentro dos tanques.

Os promotores, no entanto, enxergam um quadro diferente no assassinato.

Investigadores descobriram que Chris estava tendo um caso com uma colega de trabalho, algo que havia negado em outros depoimentos. Ele teria dito à esposa que queria se separar e logo em seguida os assassinatos aconteceram.

Watts foi acusado de triplo homicídio em primeiro grau, pelas mortes de sua esposa e das filhas pequenas. Ele também enfrenta três acusações de ocultação de cadáver e uma de interrupção ilegal de gravidez, disse o promotor encarregado do caso, Michael J. Rourke. Seu julgamento deve ocorrer na próxima terça-feira.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.