Homem é acusado de matar mulher que ironizava o tamanho do seu pênis

David Clark é o principal suspeito da morte da sua mulher Melania, que foi esfaqueada até à morte, na Inglaterra.

Segundo o testemunhado em tribunal, David era frequentemente criticado e ironizado pela esposa, que gozava com o fato de o marido ter um órgão genital pequeno.

Na semana da sua morte, ela teria tornado público uma relação lésbica na cama que partilhava com o marido, enquanto este dormia num outro quarto, noticia o Mirror.

David conta que Melania foi sincera sobre sua traição com outra mulher e que ambos concordaram em não voltar a falar do assunto. Contudo, alguns dias depois, na noite de Ano Novo, a esposa insistiu em voltar a se referir à mulher com quem dormira e David perdeu a cabeça.

“Eu tentei me impor”, contou, revelando que durante anos foi criticado pela mulher e que esta mantinha outra relação extra-conjugal com um homem.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.