Homem não aceita separação, mata filho de quatro anos e comete suicídio

Na madrugada deste domingo (16), em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, um pai matou o filho esganado por não aceitar o fim do relacionamento com a mãe da criança.

Em seguida, o homem, identificado como Neri da Rosa, de 37 anos, cometeu suicídio ao se enforcar com uma corda em outro cômodo da mesma residência.

No local, conforme informações da Polícia Militar (PM), Davi Franco, de apenas quatro anos, foi esganado enquanto dormia.

Pai da criança estava em depressão

De acordo com informações de familiares, Neri passava por problemas de saúde e depressão após se separar da mãe de Davi há aproximadamente seis meses.

No local, conforme entrevista do tenente Renan, da PM, uma carta foi encontrada em cima da cama. “Pelo pouco que a gente apurou ali, tinha uma carta em cima da cama, meio que uma carta de despedida, ele alegando que não estava feliz com o término do relacionamento. Então se vislumbra que ele cometeu isso porque tinha a ver com o relacionamento dele”.

A princípio, o homem estaria sozinho com a criança quando tudo aconteceu.

“Minha vida perdeu todo o sentido”

Em uma rede social, a mãe da criança diz que sua vida perdeu todo o sentido. “Você está nos braços de Deus meu anjo. Deus vai dar forças pra eu sobreviver sem ouvir você me chamar de “mamãe minha lindona”. E agora meu amor, quem vai pedir pra dormir em cima da mamãe, o que vou fazer sem você. Vai com Deus meu príncipe, eu vou te amar infinitamente por toda eternidade. Meu príncipe Davi está no céu agora nos braços do pai”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.