Idosa cai em frente a banco após funcionário se negar a realizar prova de vida em estacionamento

Uma idosa de 84 anos caiu e se machucou durante uma tentativa de atendimento em uma agência bancária, para realizar a prova de vida exigida pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) na cidade de Londrina, no Paraná, na quarta-feira (26).

Depois do acidente com a mãe, a filha da vítima, Joelma de Souza Carvalho, registrou Boletim de Ocorrência por lesão corporal. Joelma disse que um funcionário, que se apresentou como gerente, se recusou a ir até o estacionamento, localizado perto da agência do banco Itaú, para encontrar a mãe.

Joelma diz que a única atitude do funcionário foi oferecer a cadeira de rodas. “Estava frio, chovendo, o que poderia agravar a saúde dela. Perguntei se ele poderia ir comigo, ele falou que não e que não dava para designar ninguém. Peguei a cadeiras de rodas, levei até o estacionamento, e foi quando a cadeira tombou”, explicou.

Lázara Maria de Souza caiu de uma cadeira de rodas quando estava a caminho da agência. Ela teve ferimentos no rosto e fratura no ombro. Joelma diz que a única atitude do funcionário foi oferecer a cadeira de rodas.

Antes de chegar na agência, a idosa já tinha ido a outro banco, onde a prova de vida foi feita de maneira mais fácil, dentro do carro. Joelma contou que só depois que a mãe caiu é que o funcionário se ofereceu pra fazer o procedimento.

Segundo o G1, o banco Itaú afirmou, por meio de nota, que a prova de vida e a renovação da senha do banco são determinações do INSS. Caso o beneficiário esteja impossibilitado de ir a uma agência, um representante legal ou procurador cadastrado no INSS pode representá-lo. Para a realizar a prova de vida, é necessário o registro de senha, procedimento que deve ser feito dentro da agência, por isso os funcionários não são autorizados a sair da agência.

Fonte: Acontece na Bahia




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.