Justiça revê punição e Suzane von Richtofen poderá sair da prisão no Dia das Mães

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) divulgou nesta terça-feira (23) que Suzane von Richtofen, condenada a 39 anos pelo assassinato dos pais, em 2002, poderá passar o Dia das Mães fora da prisão. A detenta cumpre regime semiaberto na Penitenciária Feminina de Tremembé e havia sido punida após ter sido pega em flagrante em uma festa em Taubaté, no dia 22 de dezembro, perdendo o direito a três saídas temporárias. As informações são do Estadão.

Com a revisão da punição, a detenta poderá sair no próximo dia 7, data em que será comemorado o Dia das Mães. Esse benefício, que concede saídas temporárias em feriados, é dado para condenados que cumprem pena em regime semiaberto e têm bom comportamento. Uma das condições para a saída é que o detento fique no endereço que é informado.

Suzane havia dito que ficaria na casa do seu namorado. Com isso, a decisão da 5ª Câmara Criminal de São Paulo considera que Suzane não cometeu uma falta grave, pois estaria em uma festa no trajeto em que seguia para a casa do namorado — o endereço que ela havia informado.

Segundo o Estadão, o relator José Damião Machado Cogan aceitou os argumentos da defesa de que a festa aconteceu no período da tarde e que as regras das saídas temporárias não proíbem participação de eventos sociais.

O Ministério Público deve entrar com recurso.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.