Lúcia Vânia propõe desburocratizar a contabilidade das prefeituras

Senadora conversou com ex-prefeitos de Goiás durante evento com a presença de José Eliton, Raquel Teixeira e Marconi Perillo, integrantes da chapa da base aliada

Acompanhada dos integrantes da chapa da base aliada, a senadora Lúcia Vânia (PSB) conversou com ex-prefeitos de Goiás, nesta terça-feira (28), em favor da desburocratização da contabilidade das prefeituras. “Eu acompanho a luta de vocês, prefeitos, as dificuldades, os empecilhos. Muitos foram prejudicados e não puderem se candidatar em função de dificuldades enfrentadas no dia a dia das suas prefeituras. Eu entendo que o nosso papel primeiro no Congresso Nacional, hoje, seria simplificar a forma com que a contabilidade desses municípios é feita”, disse Lúcia Vânia durante encontro realizado no Palácio das Esmeraldas.

“Grande parte das prefeituras não tem corpo técnico suficiente para fazer esse trabalho, o que leva muitos prefeitos a ficarem inelegíveis de forma injusta”, apontou a senadora. “Eu tenho certeza que nós temos que partir para um novo momento do Brasil”, defendeu.

O governador e candidato ao governo José Eliton (PSDB) fez coro às palavras da parlamentar. “A Lúcia tocou em pontos importantes. É necessária a simplificação dos processos de prestação de contas”, avaliou, mencionando a senadora como “professora da boa política”.

O ex-prefeito de Jataí, Fernando Henrique Peres, disse que, “por gratidão e lealdade, temos que abraçar essa causa e arregaçar as mangas”, se referindo ao empenho de ex-prefeitos na candidatura da chapa da base aliada para as eleições deste ano.

O ex-governador e agora candidato ao Senado, Marconi Perillo (PSDB), afirmou terem “o melhor candidato e o melhor grupo político”. “O Brasil vai precisar de pessoas sérias, comprometidas com as mudanças que precisarão ser feitas, pessoas experientes e respeitadas pra gente ajudar o estado, ajudar os prefeitos e ajudar o Brasil”, definiu.

Além de apresentar a chapa pelo “respeito a homens e mulheres na sua oportunidade de comando”, Raquel Teixeira (PSDB), candidata a vice-governadora, falou que o fato de ser escolhida, enquanto educadora, sinaliza “a valorização da educação, da cultura, da ciência, da tecnologia, porque o mundo moderno não tem espaço mais para qualquer educação, tem que ser educação de qualidade”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.