Mulher vende bebê para não contar ao marido que o filho não é dele

No dia 2 de fevereiro, Marina Garcia, de 31 anos, deu à luz um menino nos Estados Unidos. No entanto, ela vendeu o bebê a um casal conhecido, por não querer dizer ao marido, o sargento Steven Garcia, que o recém-nascido não era filho dele.

Marina chegou até a dizer ao companheiro, que se encontrava em missão na Coreia do Sul, que o menino havia morrido durante o parto.

De acordo com o Daily Mail, foi um policial que descobriu a verdade. Ao parar o casal a quem Marina vendeu a criança por excesso de velocidade, reparou no nervosismo dos dois.

Em meio aos questionamentos, descobriu que eles não eram os pais biológicos da criança e o homem, Alex Hernandez, chegou a admitir que tinha falsificado a certidão de nascimento do bebê para que eles pudessem viajar com ele.

Não foram encontradas provas da transação monetária realizada entre a mulher o casal, mas os parentes de Marina garantem que a mulher vendeu mesmo a criança. “Eu acreditava mesmo que era o pai da criança, ela sabia disso”, disse o sargento aos detetives.

Mesmo tendo consciência de que o bebê não é seu filho, o homem pretende se divorciar da mulher e adotar o menino, uma vez que Garcia também foi adotado.

A mulher que teria comprado a criança, Lesilie Hernandez, declarou-se culpada. Ela, no entanto, diz não saber quem é o pai do pequeno e aguarda julgamento.

O neném foi entregue ao Departamento de Segurança Infantil e atualmente está num orfanato.

Marina Garcia, e o casal Alex e Lesilie Hernandez




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.