Papa condena “violência cruel” de ataques no Sri Lanka

O Papa Francisco condenou a crueldade e a violência dos ataques que tiraram a vida a pelo menos 187 pessoas, no Sri Lanka, em plena celebração do Domingo de Páscoa.

“Soube com tristeza e dor dos graves ataques que, precisamente hoje, Domingo de Páscoa, trouxeram o luto e a dor às igrejas e outros locais onde as pessoas estavam reunidas no Sri Lanka”, disse o Papa Francisco na Praça de São Pedro, citado pela Reuters.

“Quero expressar a minha afetuosa proximidade com a comunidade cristã atingida durante as orações e todas as vítimas de violência cruel”, acrescentou o Papa que, relembrou sua visita ao país em 2015.

No Sri Lanka a população cristã representa 7%, enquanto os budistas rondam 67%, os hindus são 15% e os muçulmanos 11%.

Atentados desta magnitude não acontecia no Sri Lanka desde a guerra civil entre a guerrilha tâmil e o Governo, um conflito que durou 26 anos e terminou em 2009, e que deixou, de acordo com dados da ONU mais de 40.000 civis mortos.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.