Paraná Pesquisas: Alckmin e Bolsonaro empatados em São Paulo

Sem Lula, Bolsonaro e Alckmin são os protagonistas na eleição para presidente da República

Em pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas, em parceria com a Jovem Pan, Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin aparecem como líderes nas intenções de votos à presidência da República. O estudo não considera a candidatura de Lula em dois cenários, uma vez que o petista foi condenado em segunda instância a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro e ainda pode se tornar inelegível. Bolsonaro lidera a corrida presidencial em três cenários, mas em ambos há praticamente um empate técnico com o governador de São Paulo.

No primeiro cenário, com Haddad como potencial candidato do PT, Jair Bolsonaro tem 23,4%, seguido por Alckmin (22,1%), Marina Silva (12,3%), Ciro Gomes (6,5%) e Fernando Haddad (6%). Alvaro Dias, Rodrigo Maia, Fernando Collor, Henrique Meirelles, João Amôedo, Levy Fidelix, Manuela Dávila e Guilherme Boulos, também foram lembrados pelos eleitores, mas aparecem abaixo dos 4%.

No segundo cenário, com Jaques Wagner no lugar de Fernando Haddad, Bolsonaro surge com 23,5% e apenas 0,3% à frente de Alckmin (23,2%). Na sequência, aparecem Marina Silva (13,3%), Ciro Gomes (7,2%) e Alvaro Dias (4%). Já os demais candidatos não chegam aos 2%.

No terceiro cenário, levando em consideração uma eventual candidatura de Lula, Bolsonaro aparece com 22,3% das intenções de voto. Alckmin vem logo atrás com 20,1% e Lula surge na terceira colocação com 19,7%. Marina Silva (8,8%), Ciro Gomes (5,3%) e Alvaro Dias (3,6%) aparecem na sequência. Maia, Meirelles, Collor, Amôedo, Manuela, Boulos e Fidelix, novamente estão abaixo da linha dos 2%.

Entre os eleitores de Lula

O estudo também analisou duas possibilidades de “transferência” de votos entre os eleitores de Lula, caso o petista se torne inelegível. No primeiro cenário, com Haddad como eventual candidato do PT, 22,1% afirmam que não votariam em ninguém. Enquanto, o ex-prefeito de São Paulo surge com 20,9% dos votos e Marina Silva com 19,3%. Na sequência estão Alckmin (13%), Ciro Gomes (8,7%), Jair Bolsonaro (5,9%) e Collor (3,1%).

Já com Jaques Wagner como nome do PT, 25,1% afirmam que não votariam em ninguém e apenas 5,9% votariam no ex-governador da Bahia. A liderança neste caso seria de Marina Silva (22,4%), seguida por Alckmin (16,8%), Ciro Gomes (10,2%) e Bolsonaro (6,4%).

Avaliação sobre Temer

A pesquisa também perguntou como os eleitores avaliam o governo do presidente Michel Temer. Para 56,5% o governo é considerado péssimo e ruim para 14,3%. Já 20,3% afirmam que a atual administração é regular e boa para 6,7%. Apenas 0,8% consideram o governo Temer como ótimo.

Questionados se aprovam ou desaprovam a administração do presidente até o momento, 81,7% dos eleitores desaprovam e 15,% aprovam; 3% não sabem ou não opinaram.

Dados da pesquisa

O universo desta pesquisa abrange os eleitores do Estado de São Paulo com 16 anos ou mais. Para a realização desta pesquisa foi utilizada uma amostra de 2.000 eleitores, em 84 municípios sendo esta estratificada segundo sexo, faixa etária, grau de escolaridade e nível econômico.

O trabalho de levantamento dos dados foi feito por meio de entrevistas pessoais durante os dias 20 a 25 de fevereiro de 2018, sendo acompanhadas 20,0% das entrevistas.

De acordo com a Resolução-TSE n.º 23.549/2017, essa pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º BR-07021/2018. Tal amostra representativa do Estado de São Paulo atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais.

 

Fonte: Jovem Pan




One thought on “Paraná Pesquisas: Alckmin e Bolsonaro empatados em São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *