Patroa manteve empregada trancada e sem comer em Copacabana

Agência Brasil – Uma mulher foi denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) por ter mantido uma empregada doméstica presa, sem comida e em condições análogas à escravidão, em sua casa em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. Os fatos ocorreram entre dezembro de 2010 e fevereiro de 2011 e as identidades da vítima e da denunciada não foram reveladas pelo MPF.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *