Pedreiro é preso suspeito de abusar da enteada em Goiânia

Um pedreiro de 36 anos foi preso por policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Goiânia, na manhã desta quarta-feira (17) suspeito de abusar sexualmente da enteada de 10 anos. Os abusos ocorreram de fevereiro a maio deste ano, dentro da casa da família, que vive no Setor Solar Bougainville, aqui na capital. Exames periciais comprovaram o crime. Na delegacia, a menina contou que era obrigada a praticar sexo oral e anal com o agressor e que o homem colocava gelo nas partes íntimas dela para diminuir as lesões. Já mãe da criança, contou que era casada com o pedreiro desde 2014 e não sabia dos abusos. O suspeito estava foragido no Maranhão há cinco meses e foi detido assim que chegou aqui na capital.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.