Sete pessoas morrem em dois ataques a bomba na Somália

Pelo menos sete pessoas morreram e várias ficaram feridas neste sábado (14) em dois ataques a bomba ocorridos perto da residência oficial do presidente da Somália, em Mogadíscio, capital do país.

Segundo fontes da polícia local, os atentados foram cometidos pelo grupo jihadista Al Shabab por volta do meio-dia no horário local (6h de Brasília). O primeiro ataque começou quando um carro carregado com explosivos foi detonado perto da entrada principal da Villa Somalia, a residência do presidente Mohamed Abdullahi Farmajo.

A explosão foi seguida por um intenso tiroteio entre terroristas do Al Shabab, que já reivindicou a autoria dos ataques, e agentes das forças de segurança que estavam no edifício. Poucos minutos depois, outro carro explodiu nas proximidades. O saldo de vítimas chegou a sete mortos e vários feridos, informou à Agência Efe o comandante Mohammed Nuur, da polícia local. O governo do país africano ainda não se pronunciou a respeito.

Os atentados ocorrem apenas uma semana depois de um ataque similar à sede do Ministério do Interior, também organizado pelo Al Shabab, deixar dez mortos. O grupo terrorista, que em 2012 se filiou à rede Al Qaeda, controla partes do território somali no centro e no sul do país e quer transformá-lo em um estado islâmico da linha wahhabita.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.