Shopping amarra corujas vivas em exposição sobre Harry Potter

Quatro corujas vivas amarradas para a exposição Casa dos bruxos, no Shopping Eldorado, em São Paulo, geraram indignação do público e de internautas. Após a repercussão negativa da iniciativa, impulsionada por publicação da apresentadora e ativista Luisa Mell nas redes sociais, o centro de compras emitiu comunicado e garantiu que as aves foram retiradas da mostra, que segue até o dia 11 de março e tem ingressos por R$ 60 e R$ 30 (meia).

“Informamos que os mais tratos aos animais não condizem com os valores do Shopping Eldorado e esclarecemos que estamos apurando as denúncias junto ao operador terceirizado responsável pelom evento para que todas as medidas cabíveis sejam tomadas. Reforçamos ainda que o shopping exige o cumprimento de todas as normas do Conselho Federal de Medicina Veterinária, que assegura a saúde e o bem-estar de animais, e que a presença dos animais foi suspensa até que todos os fatos sejam esclarecidos”, posiciona-se a instituição.

O post de Luisa Mell foi escrito na manhã desta quarta-feira e atingiu mais de 29 mil curtidas e 11 mil compartilhamentos em cinco horas. “Estou em choque! Quando uma seguidora me escreveu contando que na exposição Casa das corujas do Shopping Eldorado tinha corujas amarradas pelas patas para tirarem fotos, não acreditei! Mas acabei de ligar no shopping e a atendente me confirmou que elas ficam das 10 da manhã até as 10 da noite todos os dias (menos segunda) amarradas para tirarem fotos!! Isto é crime! Isto é crueldade!”, reclamou a apresentadora, que divulgou o número de telefone do local e pediu aos seguidores para reclamar.

Alguns famosos também participaram da discussão, como Giovanna Ewbank. “Palhaçada. Como podemos deixar passar algo assim?”, reclamou a atriz a apresentadora, esposa do também ator Bruno Gagliasso. “Você estão de sacanagem? Se não é doença psicológica querer tirar foto com um animal numa condição dessas, eu não sei o que pode ser”, criticou a atriz Giulia Gayoso.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *