Trump vai facilitar entrada de brasileiros nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira (9) que vai tomar as medidas necessárias para incluir o Brasil no programa Global Entry, iniciativa do governo americano que permite que viajantes frequentes de determinados países possam entrar nos EUA sem passar pelas filas de imigração. Hoje, são elegíveis ao programa cidadãos de 11 nações: Argentina, India, Colômbia, Reino Unido, Alemanha, Panamá, Cingapura, Coreia do Sul, Suíça, Taiwan e México.

O programa, no entanto, não dispensa a exigência de visto e ainda impõe uma série de condições para que o viajante obtenha o benefício. Para ter acesso ao Global Entry, o viajante precisa, por exemplo, passar por entrevista e comprovar que não tem antecedentes criminais.

Não é a primeira vez que o governo americano faz acordo com o Brasil para incluir o País no Global Entry. Em junho de 2015, durante visita da então presidente Dilma Rousseff a Barack Obama, os dois anunciaram a mesma parceria, mas o projeto não saiu do papel. O Estado procurou o Itamaraty na noite desta terça para saber as razões pelas quais o acordo não foi implementado, mas não obteve resposta para a questão até as 21 horas desta terça.

O anúncio de Trump é uma contrapartida tímida à decisão de Bolsonaro, anunciada nesta semana, de extinguir de forma unilateral a exigência de visto para qualquer turista americano, assim como para cidadãos da Austrália, Canadá e Japão.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.