TUBARÕES ATACAM DOIS ADOLESCENTES E FECHAM PRAIAS EM NOVA YORK

Dois adolescentes, uma menina de 12 anos e um garoto de 13, foram atacados por tubarões em Nova York nesta quinta (19), nos primeiros ataques registrados na região em 70 anos, segundo autoridades locais. Os dois foram para o hospital com ferimentos leves e já obtiveram alta. Ainda não se sabe ao certo quais as espécies de tubarão que os atacaram.

Os ataques aconteceram em Fire Island, a leste de Manhattan. Lola Pollina, de 12 anos, afirmou que estava nadando em uma profundidade de água na cintura quando sentiu uma aguda dor na perna. Ela chegou a ver a barbatana e o corpo de mais ou menos um metro de comprimento se afastando. Ela foi socorrida pelos salva-vidas ainda na praia.

O menino de 13 anos não teve seu nome revelado. Ele também foi mordido na perna, enquanto fazia bodyboard a apenas alguns quilômetros do local onde Lola foi atacada. Ele também foi devidamente socorrido já na praia. Já no hospital, foi encontrado, no meio do machucado, um dente do tubarão, que será usado para tentar identificar a espécie responsável pelo ataque.

Segundo Elizabeth Rodgers, porta-voz do departamento de parques do estado, todas as praias da região de Fire Island estão fechadas para banhistas ou qualquer outra atividade dentro da água até segunda ordem.

O chefe dos bombeiros de Ocean Beach, Ian Levine, afirmou que ataques na região são extremamente raros – são apenas 10 registros até hoje, sendo o último deles do ano de 1948.

Apesar de ser muito menos famosa que os picos da costa oeste, a região de Nova York tem ótimas ondas e viu entre setembro de 2017 e abril deste ano um dos melhores invernos da história para o surf. Em 2011, foi realizada uma etapa do WCT ali, o Quiksilver Pro, que rolou com boas ondas de até 5 pés em Long Beach. O campeonato foi vencido por Owen Wright, em uma emocionante final contra Kelly Slater.

Fonte: Hardcore




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.