Vice de Cristina Kirchner é preso novamente

O ex-vice-presidente argentino Amado Boudou voltou a ser preso na tarde desta segunda-feira (18), informa a Folhapress. A Justiça argentina negou que ele pudesse esperar em casa o resultado da apelação de sua sentença, ditada em dezembro de 2018, por conta do chamado escândalo Ciccone.

Boudou foi condenado a cinco anos e dez meses de prisão, que agora ficou decidido que será em regime fechado. O caso envolvia o então vice-presidente de Cristina Kirchner num esquema de tráfico de influência e desvio de verbas por meio de uma gráfica que imprimia papel-moeda de pesos argentinos.

Boudou foi condenado por “manipulação dos organismos da administração pública, tráfico de influência, uso do cargo para busca por impunidade, além de desvio de verbas públicas.”




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.